Fernando Araújo visita equipa da Associação Crescer.

O Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, acompanhou, na noite de quarta-feira, dia 10 de outubro, uma das três equipas de rua da Crescer – Associação de Intervenção Comunitária – na zona de Alcântara, em Lisboa, e teve a oportunidade de conhecer alguns dos projetos de apoio a populações sem-abrigo e a grupos em situação de risco, associado, nomeadamente, ao consumo de substâncias aditivas.

A iniciativa, que decorreu no âmbito do Dia Mundial da Saúde Mental, e em que participou também o Bastonário da Ordem dos Psicólogos, Francisco Miranda Rodrigues, teve início pelas 20h30, no Espaço Âncora, da Crescer, na Quinta do Cabrinha, em Lisboa, um espaço Drop In, onde são disponibilizados cuidados de enfermagem, material assético para consumo, snacks, biblioteca, computadores e acesso à internet, balneário, roupeiro, TV e atividades ocupacionais. No local, o Diretor Executivo da Crescer, Américo Nave, teve a oportunidade de explicar a atuação da associação na área da redução de riscos e minimização de danos.

Já na Quinta do Loureiro, junto à Avenida de Ceuta, o Secretário de Estado conversou com pessoas que estão a viver na rua e toxicodependentes, e pôde perceber o trabalho destas equipas da Crescer junto destes grupos, no que diz respeito à intervenção psicológica e social, bem como ao nível da minimização de riscos, com limpeza dos locais, entre outras ações.

Seguiu-se um jantar feito por refugiados, inseridos no Marhaba (apoio à integração de refugiados) – uma iniciativa inserida no projeto «É uma Vida», que a Crescer abraçou, em março de 2016, a convite da Câmara Municipal de Lisboa, no âmbito do Programa Municipal de Acolhimento aos Refugiados na Cidade de Lisboa, e por onde já passaram mais de 120 migrantes.

A noite terminou com a visita a casa de um ex-sem-abrigo, que, após 14 anos a viver na rua, está há ano e meio a viver numa das 34 casas do projeto «É uma Casa», destinado a pessoas em condição crónica de sem-abrigo e em situação de risco muito elevada.

Voltar